“Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE! Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes…

Lispector

Nascida no dia 02 de março de 1986, sou do signo de peixes e portanto um tanto quanto emotiva. Sonhadora, nem sempre mantenho meus pés no chão, não imagino uma realidade perfeita repleta de flores, mas às vezes espero mais das pessoas do que elas podem me dar pois estou sempre em busca de algo que talvez nunca venha a ter.

Dedico-me a quem amo sem pedir nada em troca, faço tudo que está ao meu alcance pra alegrar e supreender alguém. Não gosto de guardar mágoas nem rancor, mas posso ser muito ruim quando ferida, fazer e dizer coisas para machucar de verdade, coisas das quais sempre me arrependo… Sou inconstante, incoerente, redundante.

Não prometa, não se atrase, não me acorde, não confie nem se entregue sem antes conhecer minhas diferentes faces, não se engane com minha cara de menina, não tente me entender, às vezes sou tão chata que nem eu gosto de mim…

Sou uma professora apaixonada, um pouco deslumbrada, talvez. Me entrego a essa paixão sem medo e sempre sou recompensada com o amor daquelas que mais importam: as crianças.

Pretendo casar e ter filhos, como toda menina sonha, mas não espero um principe encantado. Cresci cedo demais e deixei de acreditar em conto de fadas…

Amo minha familia: meu irmão e minha mãe são simplesmente a minha vida, são as pessoas em quem mais posso confiar e contar em todas as horas… Daria minha vida por eles…  Não teria vida sem eles…

5 Responses to “Débora por Débora”


  1. 1 Mariza Coelho 15/04/2010 às 22:13

    “Sexta-feira eu mais parecia um zumbi, a esposa do Dracula, ou algo parecido…”

    srsrrs essa foi boa em Débora!
    Mariza Redaçao 3ª e 5ª

  2. 2 Brena 24/05/2010 às 12:33

    olá Débora, lí seus textos e gostei muito. voltarei aqui mais vezes ! abraços

  3. 3 APC 14/06/2010 às 21:47

    Poxa! Pena que não “aprovou” meu comentário ao texto “o dia que acordei feliz”.
    Se a ofendi de alguma forma, desculpe.

    Por acaso, agora li o trecho de Clarice Lispector… E é igual ao que tenho em meu perfil.

    Abraços e desculpe qualquer coisa.

    • 4 Débora 14/06/2010 às 22:51

      Não se preocupe não aprovei seu comentario antes por mera falta de tempo. Alias adorei seu comentario… obrigada pelas palavras e pela visita!

      Débora

  4. 5 kikamachadinho93 02/04/2015 às 02:33

    Olá Débora, meu nome é Erika, tenho 16 anos, amei seus post, a coisa que eu mais gosto de fazer é me distrair, com palavras, continue assim, amei, adorei, postei.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: