Ano novo, vida nova: Será??

Depois de uma passagem de ano maravilhosa, volto à minha cidade, à minha casa, aos meus pensamentos e consequentemente a este blog.

Passei um tempo em um sitio com pessoas amigas e super animadas. Durante esses dias sentimentos e sensações diversas tomaram conta de mim: euforia, energia, animação, felicidade… Nesta viagem de passagem de ano foi como se eu despejasse toda e qualquer frustração, raiva, desgosto e cansaço no ar, que por sua vez, levou tudo pra longe de mim com a força da minha voz em forma de canto. Sim, eu cantei… e dancei, pulei, até não poder mais, até minhas pernas me obrigarem a dormir e dar-lhes um pouco de descanso. Gastei muita energia e me libertei de tudo que por um bom tempo me fez mal.

Depois retornei a São Paulo, mas aqui não permaneci por muito tempo, pois precisava recuperar minhas forças, ter um tempo sozinha, pra me entender e me encontrar. Fui à praia na casa de uma amiga mais que especial. Contei com a sua companhia e de um menino encantador, o pequeno Augusto de apenas 5 meses. Nem preciso dizer que fiquei mimando a criança até não poder mais…

Contudo, consegui reservar um tempo pra mim. Passeios solitários na praia no final da tarde admirando a imensidão daquele mar azul que permaneceu tranqüilo durante toda a semana. Praticamente não havia nuvem no céu, portanto o sol fez um belo trabalho em minha pele, que apesar de contar com muito protetor, não passou ilesa e contra minha vontade adquiriu alguma cor. Gosto de minha pele branca, mas agora também me sinto bonita com a pele um pouco mais dourada…

Enfim, foi um tempo que reservei pra mim, há quem diga que seja uma busca espiritual, mas o intuito era me colocar em ordem para que esse ano eu não me perca, não fuja nem deixe escapar meus sonhos e objetivos. 

Que sonhos? Que objetivos? De nenhuma forma pretendo fazer promessas, nem listas de coisas a fazer. Não tenho a inocente visão de que ano novo significa uma vida nova. Não é bem assim… Esse ano não é realmente novo, não dá pra começar um ano acreditando que tudo irá mudar, comparando nossa vida a um caderno, que quando acaba é só comprar um novo, em branco, sem marcas, nem historia. A vida não é assim, a cada ano que passa nós carregamos uma bagagem conosco e é simplesmente impossível jogar tudo que está dentro fora. Gosto de dizer que este é mais um dos muitos anos que tenho pela frente e que se eu quiser posso fazer ser diferente, posso e devo usar minhas experiências para não repetir os mesmos erros e fazer de tudo para crescer. Mas o mais importante é que eu não me esqueça de como eu cheguei até aqui, das pessoas que eu pude e ainda posso contar, é preciso, contudo, carregar comigo meu passado e usá-lo da melhor forma para o meu presente e consequentemente meu futuro e quem sabe me tornar uma pessoa melhor.

3 Responses to “Ano novo, vida nova: Será??”


  1. 1 jarbas 18/01/2010 às 17:23

    Altas filosofias, menina. Mas acredite um pouquinho que essa tradição de Ano Novo pode ser ocasião de alguma mudança pessoal. Isso pode ser uma oportunidade para renovsr sonhos concretizáveis. Abraço, Jarbas.

    • 2 Débora 18/01/2010 às 18:38

      Querido Jarbas, esperei muito a sua visita… rsrs. Acredito sim que o ano novo pode trazer mudanças, ultimamente meus anos começam muito diferentes uns dos outros e com certeza é fruto de meu trabalho para realizar meus sonhos. Só não gosto das promessas que muitas vezes fazemos porém não realizamos ações suficientes para concretizá-las. Acho mesmo que uma mudança pessoal pode ser feita em qualquer epoca do ano, se houver determinação e vontade. Acontece que no ano novo nos sensibilizamos um pouco mais e passamos a repensar a vida e tudo mais.

      Obrigada mesmo pela visita
      Abraços

  2. 3 Leandro Souza 19/02/2010 às 17:29

    Que belo texto Dé.
    O meu retiro espiritual é constante no cotidiano, tento voltar-me para mim mesmo, não é fácil, mas preciso praticar a transcendência.
    Beijos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: