Cuide de você

Tudo estava a favor de uma noite agradável, e foi. Mas não o suficiente pra tirar o vazio que insiste em permanecer dentro de mim. Pessoas amigas, risadas… conversas vazias, verdades ocultas. Nada existe, o que é exposto é apenas um papel, uma encenação, como um ator que ensaia e convence… Real mesmo só o pensamento que por mais rodeios faça volta sempre ao mesmo ponto. Ah! Se percebesse meu olhar iria verdadeiramente me conhecer… palavras podem ser manipuladas, ou ditas apenas algumas verdades superficiais. Mas os olhos, esses não mentem, a postura, os gestos inconscientes , delatores dos  nossos verdadeiros desejos e pensamentos. Mas a quem isso importa? Talvez nem a mim faça mais diferença, pode até ter feito um dia, mas hoje não mais! Não sou mais a mesma, mas quem sempre é? Mudaram as atitudes e mudarão também os sentimentos. Tudo o que nasce morre um dia, estou certa disso.

*****

Aproveito esse post, para falar de uma exposição que está acontecendo no Sesc Pompéia.  A artista francesa Sophie Calle, depois de receber uma carta de rompimento do namorado resolve pedir ajuda de diversas pessoas para interpretar a tal carta em forma de fotografias, poemas, etc. Achei interessante a proposta porque envolve algo bem doloroso que é o rompimento (ou a famosa dor de cotolovelo).  A exposição Cuide de Você ficará no Sesc até o dia 07 de setembro. O melhor é que é de graça.  Ainda não fui, mas pretendo ir esse final de semana.

“(…) Aquele que antes me mantinha com pés no chão.
Agora faz questão de ser o que me empurra para a imensidão (…)”
(Postado por Dandara Narimatsu no blog da mostra Cuide de você)

“Cada interpretação é uma máscara.
Cada máscara é uma forma de sentir.
Cuidar-se é assumir sua melhor face.”
(Leonardo Chioda, também no blog)

leonardochioda

3 Responses to “Cuide de você”


  1. 1 Leandro Souza 30/08/2009 às 13:05

    Hi dear.
    Belíssimo texto. Palavras assim animam o dia e enfeitam o rosto com um belo sorriso.
    Beijos e até mais,
    Lê😀

  2. 3 Dan cassolato 30/08/2009 às 14:39

    A verdade está sempre dentro de nós, ainda que latente
    E por mais que agente tente, não conseguimos esconde-la
    Ela sempre aparece, sempre se mostra, mesmo que sutilmente
    Num olhar, na maneira diferente de falar, de lidar…

    Já sabe né neguinha, se precisar grita

    Beijos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: