E vem chegando a primavera

No post anterior eu falei da minha prima Andrea e neste vou contar o que aconteceu com ela, semana passada: na segunda-feira, saindo do Inglês, às 21:00 foi abordada por um assaltante. Ao tentar reagir ao assalto, ela acabou sendo ferida. Na verdade, não reagiu porque não queria entregar o carro ou a bolsa, mas porque o indivíduo queria levá-la junto. No desespero tentou sair do carro e o cidadão acertou sua perna. Graças a Deus ela está se recuperando, tanto do ferimento quanto do susto que levou… não deve ser fácil. (Dea, não sei se vai ler isso mas… te amo!)

Não foi o primeiro caso de violência que afetou minha família, há dez anos também em uma tentativa de assalto meu tio, Lamir,  foi baleado, e infelizmente faleceu. Foi um episódio triste que transformou nossas vidas, como não poderia ser diferente. Graças a Deus e ao super anjo da guarda que a Dea tem, nada de muito grave aconteceu, mas tudo poderia ter sido diferente.

O engraçado é que a gente pensa que essas coisas nunca vão acontecer com a gente… vê na televisão, lê no jornal, ouve no radio… parece normal. Mas quando vê de perto, sofre com esse tipo de coisa é bem diferente. Nos fazem pensar o quanto nossa vida é banal, insignificante. Você faz planos pro futuro, mas nem sabe se vai voltar pra casa à noite, se estará vivo no dia seguinte. Sei lá, vai chegar um dia que será impossivel viver em cidades grandes. Serão construídos, cada vez mais, grandes condomínios que englobe residência, lazer e trabalho. As pessoas viverão cercados por enormes muros, cercas elétricas, vigiados por diversas câmeras e seguranças. É… talvez nem isso dê certo, talvez haja vandalismo e violência mesmo assim… vai saber. 

Mas a verdade é que eu estou cansada de tudo isso: do trânsito, da sujeira, da intolerância das pessoas, do vandalismo, da violência, da indiferença, do consumismo, da banalidade… estou pensando em me mudar, mas pra onde? Será que existe um lugar que essas coisas ainda não chegaram lá?

Como sempre, eu coloco uma letra que retrate meus sentimentos. Eu gosto de música, acho que deu pra perceber…

Perfeição (Renato Russo)

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões…

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação…

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião…

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade…

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais…

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E seqüestros…

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã…

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração…

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão…

Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada…

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta
De bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção…

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!

0 Responses to “E vem chegando a primavera”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: