Quem inventou o amor?

 Nessas semanas muitas coisas aconteceram, mas enfim se acertaram; sentimentos surgiram e se foram… só ficou uma pergunta: Quem inventou o amor????

Antes Das Seis (Legião Urbana)

 Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Vem e me diz o que aconteceu
Faz de conta que passou
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Daqui vejo seu descanso
Perto do seu travesseiro
Depois quero ver se acerto
Dos dois quem acorda primeiro
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Quem inventou o amor?
Me explica por favor
Enquanto a vida vai e vem
Você procura achar alguém
Que um dia possa lhe dizer
-Quero ficar só com você
Quem inventou o amor?

Renato Russo não respondeu, ninguém conseguirá responder… eu nunca vou entender,  mas continuarei a amar mesmo assim; talvez com medo de me machucar, mas nunca de me entregar!!!  O amor muda as pessoas, deixa a vida mais colorida, o que dói é a falta dele e a ausência de quem se ama. Tantos momentos juntos, anos, vidas jogadas fora? NÃO! Vidas bem aproveitadas, momentos felizes que ficarão pra sempre. Eu amei, eu amo, eu amarei. Adoro o verbo amar e tudo de bom que ele proporciona.

4 Responses to “Quem inventou o amor?”


  1. 1 margaretebarbosa 30/07/2009 às 00:38

    Olá, Debora!
    Olha, eu não sei quem inventou o Amor, mas deve ser um cara bem interessante e ao mesmo tempo muito ‘crazy’ ! Pois o Amor nos tira do lugar comum e nos leva a lugares muito melhores, incomuns…
    Muitos poetas já falaram do e sobre o Amor; muitos músicos já cantaram belíssimas canções de Amor, mas cada um de nós tem sua história (ou histórias) com muitas emoções e comoções…
    Gosto muito da música: “Meus bons amigos”, do Frejat (Barão Vermelho), acho que pode me ajudar a comentar esta postagem e anterior que você fez. Segue a letra:

    Meus Bons Amigos – Frejat

    Meus bons amigos, onde estão
    Notícias de todos quero saber
    Cada um fez sua vida de forma diferente
    Às vezes me pergunto: Malditos ou inocentes?
    Nossos sonhos, realidades
    Todas as vertigens, crueldades
    Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
    Toda a vontade que faz vingar
    No bem que fez prá mim
    Assim, assim, me fez feliz, assim

    O amor sem fim
    Não esconde o medo
    De ser completo e imperfeito
    Meus bons amigos, onde estão
    Notícias de todos quero saber
    Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
    Toda a vontade que faz vingar
    No bem que fez prá mim
    Assim, assim, me fez feliz, assim

    O amor sem fim
    Não esconde o medo
    De ser completo e imperfeito

    Um super abraço da Margarete Barbosa

    • 2 Débora 31/07/2009 às 19:36

      Oi Margarete! Engraçado como algumas músicas falam por nós e expressam nossos sentimentos. As palavras são tão bem colocadas que dispensam comentários ou complementos…

      Beijos

  2. 3 Dan Cassolato 30/07/2009 às 20:59

    Como um bom cristão não vou mentir, para mim quem inventou o amor foi Deus. Mas o que eu tenho a dizer é que o amoe é dahora…rsrsrs…

  3. 4 Emilly Silva de Lima 04/12/2011 às 15:52

    Achei muito imteresante as lindas palavras deste pequeno texto legal adorei isto demais!!!

    Beijocas Borrocadas da
    Emilly!!!!!!!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: